Itapetininga/SP



Chamando atenção para o completo abandono de um imóvel localizado à Rua José Bonifácio, 564, cuja entrada fica visível para quem passa pela rua e está cheia de lixo e objetos abandonados, inclusive com uma janela constantemente aberta e acaba por atrair delinqüentes que utilizam-se do local principalmente no período noturno, inibindo populares de passarem pelo local, o vereador José Benedito Lisboa Rolim apresentou requerimento solicitando ao Prefeito e ao setor de fiscalização a tomada de providências para solução do grave problema.

Leia Mais

No exercício da presidência da Câmara Municipal de Itapetininga, o vereador Dr. Marcos de Almeida Cunha suspendeu a sessão ordinária e franqueou a palavra à presidenta da APEOESP de Itapetininga, profa. Vilma Nogueira, que fez um apelo aos vereadores para averiguarem a tentativa de esvaziamento das 6ªs séries de escolas estaduais por parte do município. Segundo a presidenta, o município deveria investir mais em creches onde está havendo falta de vagas. Afirmou que o Estado tem ampla estrutura para manter as 6ªs séries, sendo inexplicável que o município tente retirar esses alunos. Após sua manifestação foi franqueada a palavra aos vereadores. O vereador Hiram Ayres Monteiro Júnior  chamou atenção para a necessidade de ampliação dos horários das creches municipais. O vereador Dr. Mauri de Jesus Morais indagou de onde estariam vindo os recursos para essa tentativa da Prefeitura Municipal relacionada com a 6ª série e prometeu que se aprofundará na análise da questão. Antes do encerramento de sua palavra, a presidenta da APEOESP profa. Vilma Nogueira solicitou aos vereadores que permaneçam alertas para os detalhes do Plano de Carreira que deverá enviado pelo Executivo ao Legislativo.

Leia Mais

Comerciários de Itapetininga lotaram totalmente o Plenário Humberto Pellegrini, da Câmara Municipal de Itapetininga na noite desta última segunda-feira, 17 de outubro. O presidente da edilidade, Fuad Isaac, suspendeu a sessão, para que o presidente do Sindicato dos Comerciários de Itapetininga, Tatuí e Região, Marcelo Lúcio de Meira, bem como outros comerciários presentes, pudessem fazer uso da palavra. De uma forma geral, a categoria está reivindicando a regulamentação do horário de funcionamento do comércio nos finais de semana, de maneira que seus membros possam ter horários disponíveis para a família, para o descanso e para as atividades de lazer. Foi lembrado, na ocasião, que já houve, no passado, uma regulamentação adequada do comércio, que resguardava os direitos dos comerciários, mas que posteriormente acabaram sendo tomadas iniciativas totalmente prejudiciais à categoria. Hoje, grande parte dos comerciários trabalha aos sábados em período integral e muitos deles inclusive aos domingos. Parcela significativa dos mesmos é constituída de pais e mães que nem mesmo tempo disponível têm para ficar ao lado de seus filhos. Os integrantes da categoria denunciaram a exploração por parte de alguns comerciantes e empresários, que definem eles próprios os horários e os critérios a serem estabelecidos.

Após a manifestação dos presentes, vários vereadores usaram da palavra, enfatizando a necessidade urgente de medidas que venham colocar um fim aos abusos e garantir o integral respeito aos direitos trabalhistas. Novas reuniões deverão acontecer, e a Câmara Municipal já começa a se mobilizar para uma alteração dos critérios atualmente existentes.

Leia Mais

Chamando atenção para o fato de que além de requerimento apresentado no início do ano, solicitando à Secretaria Estadual de Saúde o retorno das perícias médicas para o funcionalismo estadual, os vereadores itapetininganos tiveram uma audiência com o Secretário Estadual de Gestão Pública,  Júlio Semeghini, para cuja pasta foi transferido o departamento de perícias médicas, ocasião em que o secretário prometeu solução urgente para o problema, o presidente da Câmara Municipal de Itapetininga, Fuad Abrão Isaac apresentou requerimento lembrando que já se passaram quase 60 dias dessa audiência e nenhuma providência foi tomada para que o funcionalismo público estadual de Itapetininga tivesse o retorno das perícias médicas e solicitando as seguintes informações: 1 – Porque não houve nenhuma alteração na situação das perícias médicas em Itapetininga? 2 – Qual o motivo do funcionário da Secretaria enviado ao município não estar sabendo do que se tratava? 3- As perícias de menor complexidade seriam retomadas de imediato, “em até 15 ou 20 dias”, conforme as palavras do próprio secretário. O que aconteceu? 3 – Quais foram os compromissos assumidos na presença dos vereadores desta casa? 5 – Outras informações julgadas necessárias.

Leia Mais

Destacando as constantes notícias que informam da previsão de surgimento de vários novos loteamentos na cidade, o que certamente implicará em novos agrupamentos de pessoas, envolvendo a demanda de infra-estrutura para o atendimento das necessidades básicas e enfatizando que esse assunto implica diretamente na qualidade de vida urbana da cidade, atendendo as famílias com creche, transporte, lazer, saúde e segurança o vereador Adilson Marcos Nicoletti apresentou requerimento solicitando ao prefeito as seguintes informações: 1 – Para os novos empreendimentos há alguma cláusula de comprometimento ou engajamento do Executivo ou investidores quanto à área destinada à construção de escola, creche, área de lazer, transporte, postos de saúde e segurança? 2 – Quais dos empreendimentos já estarão contemplados com este mínimo em atenção?  3- Citando os loteamentos – já existentes – Cambuí, Jardim Santa Inês, Parque São Bento, Jardim Maria Luiza, Vila Apolo, Jardim São Camilo, Jardim Colombo, o que será possível realizar em matéria da infra-estrutura em tais locais até o final de 2012? 4 – Há alguma ação piloto que já esteja sendo executada pela atual administração como parte do Projeto Viva 2030? Se sim, especificar. 5 – Outras informações julgadas de importância. O autor solicitou ainda que seja enviada cópia do requerimento às Associações de Amigos de Bairro do município.

Leia Mais

O vereador José Benedito Lisboa Rolim está solicitando ao prefeito municipal e ao diretor divisional  da Sabesp providências para o escoamento das águas pluviais na praça de Rechã tendo em vista que os constantes alagamentos obstruem a área e chegam a invadir as casas. O autor lembra a inda a necessidade de melhorias no banheiro público do local.  Bene Rolim afirmou esteve recentemente nesse Distrito e pôde verificar os problemas que estão sendo enfrentados pelos moradores da praça central que conta apenas com um bueiro para o escoamento de toda área e que é constante o alagamento dessa praça e das ruas próximas.

Leia Mais

Afirmando que foi procurado por moradores do Jardim Santa Inês preocupados com a necessidade da melhoria do trânsito, especialmente para minimizar o risco de acidentes que acontecem com freqüência no cruzamento da entrada para esse Jardim com a Avenida Aziz Cavalheiro Salem, o vereador Dr. Marcos de Almeida Cunha apresentou requerimento solicitando ao prefeito e ao secretário municipal de trânsito e cidadania a construção de uma rotatória moderna e eficaz na mencionada localidade.

Leia Mais

A Câmara Municipal de Itapetininga aprovou, na última sessão ordinária, o Projeto de Decreto Legislativo 03/2011 de autoria de todos os vereadores concedendo o Título de Cidadão Itapetiningano ao conceituado maestro João Carlos Gandra da Silva Martins. No início das discussões, o vereador Dr. Mauri de Jesus Morais destacou que a aprovação por unanimidade representaria o reconhecimento a uma verdadeira lição de vida que o maestro propicia a todos.

João Carlos Martins nasceu em São Paulo. Começou seus estudos em tenra idade. Aos 8 anos, foi inscrito em um concurso no qual alcançou sua primeira grande vitória executando obras de Joham Sebastian Bach. Aos treze anos iniciou uma série de concertos por todo o território nacional. A partir daí participou com destaque em concursos internacionais, especialmente na França e Estados Unidos. Em poucos anos realizou mais de 500 concertos nos mais diferentes países. Foi capa da revista Washington Post. Uma seqüência de acidentes comprometeu o movimento de suas mãos, fato agravado por um assalto que sofreu na Bulgária tendo sua cabeça atingida por uma barra de ferro o que provocou uma lesão cerebral em todo o lado direito do corpo. Parecia que sua carreira estava encerrada. Foi quando teve um sonho com o falecido maestro Eleazar de Carvalho no qual este lhe sugeriu estudar regência. Dedicou-se com afinco a esses estudos e algum tempo depois já estava regendo orquestras em Paris, Londres e Bruxelas. Formou a própria orquestra, a Bachiana Filarmônica, hoje sucesso em todo território nacional. Há  poucas semanas, essa orquestra foi aplaudida de pé por milhares de pessoas presentes em um concerto em Nova Iorque. João Carlos Martins e sua orquestra se apresentaram por várias vezes em Itapetininga sempre com sucesso absoluto de público. Acabou se afeiçoando a nossa comunidade, que agora lhe concede o Título de Cidadão Itapetiningano.

Leia Mais

Chamando atenção para o fato  de que a Prefeitura Municipal, quando das tratativas iniciais para a reforma da Avenida Dr. Lobato, se comprometeu em não retirar o centenário bebedouro de cavalos instalado no local,  parte de nosso patrimônio histórico, o que acabou não acontecendo, o Presidente da Câmara Municipal de Itapetininga. Fuad Abrão Isaac apresentou requerimento solicitando ao prefeito, ao Secretário Municipal de Obras e ao profissional responsável pelo projeto urbanístico e arquitetônico as seguintes informações:

1 – Quais foram os órgãos consultados para executar a reforma da avenida Dr. João Lobato?

 

2 – A prefeitura e o arquiteto não haviam se comprometido em manter o bebedouro incorporado ao projeto?

 

3 – A peça em questão foi destruída ou apenas removida do local? Qual o destino dado ao antigo bebedouro?

 

4 – Quais ações positivas estão sendo feitas de forma a manter o patrimônio histórico da cidade?

 

5 – Qual a atual formação do Conselho Municipal de defesa? Porque eles não têm caráter deliberativo?

 

6 – Outras informações julgadas necessárias.

 

O autor destacou que a preservação de tais peças fazem parte da memória de nossa cidade e que igualmente outros prédios foram destruídos, pela iniciativa privada provocando uma perda irreversível.

Leia Mais

Enfatizando que os funcionários públicos municipais encontram-se na expectativa da criação do Plano de Carreira de Cargos e Salários e que até o momento não existem informações positivas a respeito da concessão de reajuste de salários aos servidores de nosso município, o vereador Hiram Ayres Monteiro Júnior está solicitando ao Prefeito Municipal a aplicação de índice de reajuste condizente com a inflação ao valor do cartão de alimentação fornecido a esses servidores.


 

O autor chamou atenção para o fato de que os itens da cesta básica são considerados vilões da inflação, cuja existência não é mais uma ameaça, pois já é reconhecida pelos institutos de economia e pelos meios de comunicação. De forma especial, afirmou que o cartão de alimentação fornecido aos funcionários de nosso município está muito defasado, pois seu poder de compra não guarnece a totalidade de um mês.

Leia Mais